Sem repetir as mesmas atuações das últimas partidas, o Athletico foi facilmente derrotado por 4×1 pelo Londrina, neste domingo (31), no Estádio do Café, pela quinta rodada da Taça Dirceu Krüger. O placar foi definido praticamente no primeiro tempo, quando os donos da casa fizeram três gols rapidamente. Na etapa final, o Rubro-Negro até melhorou, teve uma atuação mais regular e foi pra cima, mas não teve forças para reagir.

O resultado em si não preocupa tanto, uma vez que o Furacão já estava com o primeiro lugar garantido no Grupo A, mas a atuação, sim, foi muito abaixo do esperado e deixa o alerta ligado para a semifinal, que será contra o Rio Branco. Já o Tubarão, com o triunfo, também se garantiu na próxima fase e irá visitar o Coritiba.

+ Confira como foi o jogo no Tempo Real da Tribuna!

Já classificado – e com o primeiro lugar no grupo garantido – o Athletico foi a campo bastante modificado. Em relação à base titular na Taça Dirceu Krüger, foram sete alterações, sendo três delas – Paulo André, Matheus Rossetto e Léo Cittadini – por conta do duelo contra o Boca Juniors, pela Libertadores, terça-feira (2), na Arena, e outras quatro para poupar – Léo, Khellven, Marquinho e Bergson -, com Khellven e Bergson até viajando para o interior e entrando no segundo tempo.

E diante de tantas modificações no time, o entrosamento parecia estar fazendo falta. Tanto que no primeiro tempo o Rubro-Negro foi totalmente dominado pelo Londrina, que em menos de 15 minutos já vencia por 2×0.

O primeiro gol saiu logo aos três minutos. Em jogada de velocidade, Luquinha foi avançando pelo meio e, na entrada da área, chutou colocado. A bola ainda bateu na trave antes de morrer no fundo das redes. Aos 13, Bruno Rodrigues derrubou Anderson Oliveira na área e o árbitro marcou pênalti, que Germano bateu e ampliou.

+ Leia também: Torcedores do Boca Juniors vivem expectativa em Curitiba

O resultado já era o suficiente para o Tubarão se classificar para as semifinais. Mas o time da casa não diminuiu o ritmo e seguiu pressionando. O Athletico pouco passava do meio-campo e, quando conseguia, logo precisava recuar para segurar o contra-ataque do Alviceleste, que esteve perto de marcar mais um aos 23, mas Gabriel fez grande defesa em chute de Marcelinho.

Logo depois, aos 29, o Londrina chegou ao terceiro. Felipe avançou pela esquerda e cruzou rasteiro. A bola passou por todo mundo na área até que Marcelinho se esticou e mandou para as redes.

Londrina foi superior na primeira etapa e contou com gol de Germano. No segundo tempo, Furacão equilibrou o duelo, com boa atuação de Matheus Anjos. Foto: Gustavo Oliveira/LEC
Londrina foi superior na primeira etapa e contou com gol de Germano. No segundo tempo, Furacão equilibrou o duelo, com boa atuação de Matheus Anjos. Foto: Gustavo Oliveira/LEC

Perdido em campo, o Furacão não conseguia construir uma jogada sequer. Mesmo assim, o time voltou para o segundo tempo com a mesma formação, mas com outra postura. Tanto que nos primeiros cinco minutos o Rubro-Negro já tinha exigido três grandes defesas do goleiro Matheus Albino, em chutes de Jáderson e dois de Gabriel Poveda.

Sentindo o melhor momento, Rafael Guanaes mexeu no time e tirou Abner, totalmente apagado na estreia, para colocar o atacante Luiz Fernando. Mais ofensivo, o Athletico seguiu pressionando e, aos 13, Erick tabelou com Matheus Anjos e saiu na cara do gol, batendo cruzado e descontando o placar.

O gol deixou o confronto aberto. Com receio de perder a vantagem, o Londrina acordou e foi para cima, mas desperdiçou boas oportunidades com Luquinha e Anderson Oliveira. Por outro lado, o Furacão também chegava com perigo e Matheus Albino fez mais uma boa defesa em chute cruzado de Matheus Anjos.

+ Confira a classificação completa e a tabela de jogos da Taça Dirceu Krüger

Na base do tudo ou nada, os titulares Khellven e Bergson foram para o jogo, até para dar ainda mais ofensividade. Só que o Tubarão acabou se fechando, com a entrada de mais um zagueiro. Mesmo assim, foi o Alviceleste que ficou perto de mais um gol. Aos 34, após cruzamento pela direita, Devid perdeu um gol incrível, na pequena área, acertando o travessão.

No final, aos 42, Luidy tabelou com Devid e bateu cruzado, fazendo o quarto gol do Londrina e definindo a goleada final em 4×1 para o time do interior.

FICHA TÉCNICA

TAÇA DIRCEU KRÜGER
Grupo A – 5ª Rodada

LONDRINA 4×1 ATHLETICO

Londrina
Matheus Albino; Raí Ramos, Sílvio, Augusto e Felipe; Anderson Leite (Rômulo, 10 do 2º), Germano e Luquinha (Marcondes, 30 do 2º); Marcelinho (Luidy, 28 do 2º), Devid e Anderson Oliveira.
Técnico: Alemão

Athletico
Gabriel; José Ivaldo, Lucas Halter e Eder; Bruno Rodrigues, Christian, Erick e Abner; Matheus Anjos, Jaderson (Khellven, 28 do 2º) e Gabriel Poveda (Bergson, 28 do 2º).
Técnico: Rafael Guanaes

Local: Estádio do Café (Londrina-PR)
Árbitro: Paulo Roberto Alves Jr
Assistentes: Victor Hugo Imazo dos Santos e Denise Akemi Simões de Oliveira
Gols: Luquinha, 3, Germano 14, Marcelinho, 29 do 1º; Erick, 13, Luidy, 42 do 2º
Cartões amarelos: Luquinha, Marcelinho (LEC); Abner (CAP)
Público pagante: 1.556
Público total: 1.756
Renda: R$ 46.583,00

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do Trio de Ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!