Antônio Lopes, por incrível que pareça, está tranqüilo. Apesar de ter perdido Alemão e Ataliba, o treinador do Coritiba, que completa hoje um ano no cargo, mantém a calma e festeja o fato de ter a base mantida para 2005.

Como sempre faz, o Delegado evita falar em reforços e em posições carentes, mas elogia Diego Souza, que pode ser o próximo a acertar com o Coxa.

Seria até inútil perguntar sobre possíveis jogadores, porque Lopes não muda o discurso usado desde o primeiro dia em que trabalha no Alto da Glória. "Eu não acho que é interessante falar nessas coisas. O presidente (Giovani Gionédis) sabe o que o Coritiba precisa, e não adianta ficar comentando para vocês", afirma. Mas ele não se furta a comentar sobre o palmeirense Diego Souza. "É um excelente jogador", resume.

Lopes preferiu não falar sobre as saídas de Alemão e Ataliba. "Acho importante a gente comentar a manutenção da base, porque este ano está sendo bem diferente do ano passado", comenta o Delegado. "Nós formamos uma base boa, com a garotada que se revelou no brasileiro e que será muito útil nessa próxima temporada", festeja o treinador, citando a presença garantida de grande parte do elenco atual para 2005 (ver quadro).

O Delegado completa um ano de Coritiba com uma avaliação positiva. "Acabamos sendo a única equipe da capital que conquistou um título. E foi uma vitória importante, na casa do adversário, chegando ao bicampeonato paranaense. Recebi dias atrás, aqui no Rio de Janeiro, uma homenagem do Sindicato dos Treinadores por causa desta conquista. E isto vai ficar marcado na história", conta.

Para Antônio Lopes, a próxima temporada será de mais conquistas. "Essa geração de jogadores jovens será vitoriosa. E tenho certeza que isto vai acontecer a partir de 2005, pois eles já amadureceram o suficiente para vôos mais altos. A torcida pode acreditar que este ano será de muitos triunfos", resume o treinador coxa.