A Allianz Parque passou nesta segunda-feira pelo primeiro teste com a iluminação máxima do estádio. Por volta das 18h30, os 274 projetores foram ligados para buscar o alinhamento ideal do feixe de luz, para garantir a uniformidade da iluminação no gramado.

Todo o sistema de luzes já está instalado e inclui ainda geradores para garantir o fornecimento em caso de apagão. Para chegar até a plena potência, as lâmpadas levam 15 minutos. Durante a próxima semana, mais testes serão realizados.

Para o procedimento, o gramado foi demarcado com 77 pontos, todos numerados. O objetivo dos técnicos é usar a divisão como base para apontar os refletores e eliminar ao máximo as sombras.

“Cada projetor tem 2 mil watts e o estádio atende ao padrão Fifa de iluminação, que é projetado para transmissões televisivas em alta definição”, explicou o arquiteto Rafael Sanches, da Osram, empresa responsável pela iluminação do estádio.

Os projetores da Allianz Parque são do mesmo modelo dos usados em estádios da Europa como a Allianz Arena, em Munique, e o San Siro, em Milão. “O que temos no estádio do Palmeiras é ainda uma versão mais eficiente e moderna, com capacidade até maior”, afirmou o gerente de projetos da Osram, Rafael Biagioni. O clube pretende inaugurar o estádio no dia 9 de novembro.