A Política Militar (PM) atendeu da meia-noite até o fim da manhã deste domingo (15) 134 ocorrências de irregularidades na eleição para prefeitos e vereadores. No total, 30 pessoas foram encaminhadas pela PM ao Tribunal Regional Eleitoral (TRE-PR) por flagrante ou termo circunstanciado.

Em Curitiba, o trabalho da PM está sendo relativamente tranquilo. De acordo com o comandante do policiamento na capital, coronel Hudson Leôncio Teixeira, foram registrados apenas pequenas irregularidades em dois bairros da capital: Santa Felicidade e CIC. De acordo com o TRE-PR, um homem foi preso em flagrante por violar o sigilo de voto – ou seja, por tirar foto no momento da votação.

“Temos ocorrências corriqueiras de dia de eleição em todo o estado. Para conter esses problemas, a Polícia Militar está com efetivo de 10 mil policiais sendo aplicado. Até aqui o dia segue tranquilo”, afirmou o coronel Hudson.

LEIA MAIS – e-Título tem instabilidade neste domingo de eleição por excesso de acessos

Além da ocorrência na CIC, a PM registrou boca de urna no bairro Santa Felicidade. Já no interior, o coronel Hudson informa que a PM registrou algumas carreatas irregulares sábado (14), véspera da eleição. “Mas nada de muita relevância”, ponta o comandante.

Todas as pessoas abordadas pela PM por irregularidades na eleição serão levadas para esclarecimentos no Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TER-PR).

VEJA MAIS – 25 urnas eletrônicas precisaram ser substituídas no Paraná até às 9 horas

Entre as irregularidades que os 10 mil PMs que atuam na eleição abordam está o descumprimento da lei seca, válida até as 17h deste domingo. Quem não estiver de máscara também será abordado pela Polícia Militar e orientado a utilizar o equipamento de proteção contra a disseminação do coronavírus.