Mais um filme curitibano é lançado em 2020. Depois da comédia-romântica juvenil “Alice Júnior”, que já está disponível no catálogo da Netflix, o novo longa da vez é o suspense “Lamaçal”. A trama é uma produção da GP7 Cinema, mesma produtora da série “Contracapa”, com a Contentto People de Buenos Aires e El Carro Cine de Córdoba, ambas da Argentina. Seu lançamento aconteceu na última quinta-feira (22), na Mostra Internacional de Cinema de São Paulo que, neste ano, por conta da pandemia do novo coronavírus, acontece de forma on-line.

VEJA TAMBÉM: Conheça a plataforma gratuita com filmes e séries produzidos no Paraná

A direção e roteiro do filme são do argentino Franco Verdoia, cineasta que foi codiretor na série “Contracapa”, exibida atualmente no canal de TV a cabo AXN. Na equipe brasileira, o longa-metragem conta com as produções dos paranaenses Guto Pasko e Andréia Kaláboa. João Castelo Branco, diretor de fotografia; Arnon Godoy, diretor de produção e o continuísta Aufiero Fonseca são alguns de muitos profissionais curitibanos que trabalham em “Lamaçal”. O filme ainda marca a estreia do ator-mirim Rodrigo Silveira, que também é da capital paranaense.

Filmado na Província de Córdoba, na Argentina, a trama de Verdoia tem como protagonista Esteban Meloni, ator que carrega em seu currículo produções de sucesso da televisão argentina, além de Gabriel Goity e a comediante Gladys Florimente, em um dos primeiros papéis dramáticos de sua carreira.

O Filme

Ator-mirim curitibano Rodrigo Silveira em “Lamaçal”. Foto: João Castelo Branco/Divulgação

“Lamaçal” mostra as férias de uma família, nas quais Pablo, personagem de Esteban Meloni, vive um inesperado reencontro que atualiza seu trauma de infância. Confrontado pela ironia do acaso, ele inicia um perturbador retorno às paisagens de sua infância, arrastando nesse processo a companheira, interpretada por Raquel Karro e o filho João, papel de Rodrigo Silveira. Pablo decide permanecer ali, recuperando o vínculo passado para alterar uma recordação que condicionou toda sua vida.

LEIA MAIS: Filme curitibano estrelado por atores da Vila Torres faz sucesso na Europa e Ásia

Um suspense perturbador e instigante, “Lamaçal” reflete sobre experiências traumáticas, distúrbios, problema social, sobre a busca por respostas e a superação de um sofrimento.

Como assistir?

“Lamaçal” marcou sua estreia na 44ª Mostra Internacional de Cinema de São Paulo. Em 2020, a nova edição acontece totalmente on-line, assim como foi a Olhar de Cinema de Curitiba. Para assistir ao longa, basta entrar no site oficial, 44.mostra.org, clicar em programação, “filmes de A-Z”, e escolher o longa-metragem “Lamaçal”. Clique depois em “assistir on-line”, em seguida em aluga, faça sua inscrição e escolha a forma de pagamento. O ingresso custa R$ 6 e dá o direito de assistir à obra durante 24 horas. Uma vez alugado, o filme estará disponível na sua conta por três dias.

Lembrando ainda, que o filme ficará disponível até o dia 5 de novembro.

Serviço:

Lamaçal
Onde: Site oficial da Mostra Internacional de Cinema de São Paulo, 44.mostra.org
Quando: 22 de outubro a 5 de novembro.
Ingresso: R$ 6.