Domingo aí, vem mais um Dia dos Pais. Na televisão brasileira, temos os mais diversos deles. No ano passado, falamos de Gaspar, da novela Top Model (1989). O personagem de Nuno Leal Maia era um surfista que criava sozinho os filhos. Eram quatro filhos, além do mais velho, que teve descoberta a paternidade no meio da trama, o Lucas, interpretado Taumaturgo Ferreira, no auge da carreira. 

Neste ano, o Dia dos Pais é hora de relembrar mais alguns pais. Um deles é o pai comédia da TV. Agostinho Carrara (Pedro Cardoso) está no ar no Álbum da Grande Família, nas tardes Globo. Por lá, o pai do Florianinho sempre ensina para o filho algumas pequenas malandragens, mas há repressão (ainda bem) dentro da família Silva. No fundo, Agostinho quer o bem do rebento, mas ele é meio atrapalhado para demostrar essa intenção. 

+Leia também: Dia dos Pais: presentes clássicos, diferentões e experiências novas para o seu pai

Outro paizão é Galvão Bueno. Ele não é da ficção, mas fala o tempo todo, com muito orgulho, claro, dos filhos Popó e Cacá, pilotos de Stock Car. A emoção é tanta que fica divertido quando o narrador fala dos filhos.  Ele muda a fisionomia de satisfação. Podem reparar!  Galvão evita narrar as corridas dos filhos porque sabe que a emoção de pai é grande. Esse é o Galvão paizão!

Mais um exemplo de paizão ao estilo Galvão é Luciano Huck, que sempre fala dos três filhos com a apresentadora Angélica. Esses tempos, deu detalhes do acidente pelo Benício quando praticava wakeboard, em Ilha Grande, no litoral do Rio de Janeiro. Huck utilizou o fato para alertar outros pais e pessoas sobre os cuidados para praticar o esporte e aquilo que eles descuidaram.

Um feliz Dia dos Pais para nós!