Muita gente fala que para emagrecer 80% é dieta e 20% é treino, mas na verdade essa é a receita para o efeito sanfona. Essa receita é o que a grande maioria das pessoas faz e que geralmente resulta em adquirir todo o peso perdido novamente, isso quando não vem uns quilinhos a mais de presente. Isso ocorre porque tal receita desacelera o seu metabolismo.

Então precisamos pensar no emagrecimento de forma mais eficiente e global. Dieta e treino são apenas 2 componentes que influenciam o emagrecimento.

É importante compreender que existem diversos fatores que podem ajudar ou atrapalhar o seu emagrecimento, e compreende-los poderá auxiliar na sua perda de peso e mantê-la por longos anos.

Um estudo de Matarazi feito em 2014 diz que há 15 fatores que influenciam o emagrecimento. São eles:

-Composição corporal;

-Mudança no suprimento de comida;

-Composição da dieta;

– Fatores econômicos;

– Medicamentos;

– Genética;

– Microbiótica do intestino;

– Hormônios reguladores da fome (grelina e leptina);

– Taxa metabólica;

– Resistência e sensibilidade a insulina;

– Fatores metabólicos;

– Atividade física;

– Práticas culturais;

– Saciedade;

– Idade;

– Crenças

Esses fatores não atuam apenas isoladamente, eles influenciam uns aos outros. O que eu quero dizer é que, por exemplo, o treino não é responsável apenas pela queima calórica, ele influencia outros desses fatores como a taxa metabólica (e outros mais). Assim, as mudanças corporais irão alterar os demais fatores, não apenas a atividade física.

A alimentação também. Ela não serve apenas para diminuir as calorias ingeridas, ela é capaz de gerar alterações mentais que podem auxiliar ou até mesmo atrapalhar o emagrecimento.

Então entenda que o exercício ou a dieta podem influenciar nos outros 15 fatores e quanto mais estratégias inteligentes de emagrecimento você conseguir construir, maior será o seu sucesso no emagrecimento.

Ficou com dúvidas, quer deixar seu comentário ou sugestão, é só entrar em contato comigo.

Um abração e até a próxima semana.