Natural da Paraíba, mas radicado na Evolução Thai, de Curitiba, Bruno Blindado, que recentemente tinha assinado contrato com o UFC, vai ter que esperar um pouco mais para estrear pela maior organização de MMA do mundo.

A USADA (Agência Antidoping dos Estados Unidos) anunciou nesta segunda-feira que o brasileiro testou positivo para a substância boldenona – anabolizante – e acabou caindo no doping, sendo suspenso por dois anos.

Como o “gancho” é retroativo a junho do ano passado, Blindado poderá estrear no UFC a partir de 2021.

View this post on Instagram

war⚔️🛡

A post shared by Brunosilva (@brunoblindado) on