Macintosh Powerbook com câmera digital.

Produzir um curta metragem, documentários ou clips e distribuir em qualquer mídia, como DVD e internet, com um custo que pode chegar a menos de R$ 10 mil. Aplicar a mesma tecnologia do 3D, empregado em desenhos animados, para a geração de projetos para arquitetura e design de interiores. Tudo isso já é possível com a utilização de ferramentas disponíveis hoje no mercado digital. E essas novidades estão sendo apresentadas na I Semana de Comunicação Digital, promovida pelo Unicenp (Centro Universitário Positivo) e pela AllCad 3D, revenda Apple.

O evento, que começou ontem e segue até sexta-feira, está reunindo as novidades e idéias mais avançadas existentes no mercado que envolvem som, imagem, movimento e texto. De acordo com a coordenadora do curso de Publicidade e Propaganda da universidade, Eveline Nery Villa de Lacerda, as tecnologias empregadas nesses setores estão evoluindo rapidamente, “e é fundamental que o profissional se mantenha atualizado para poder competir no mercado”.

Mas apesar dos avanços, destaca a coordenadora, a tecnologia é apenas uma ferramenta para auxiliar o profissional a passar a mensagem. “A tecnologia ajuda a aprimorar o trabalho e a ganhar tempo, mas é a criatividade e conhecimento do profissional que será o diferencial”, afirma.

Não linear

Com uma câmera de vídeo digital portátil é possível captar imagens e, com a auxílio de um software (como o Final Cut Pro), editar o material bruto em qualquer lugar, no próprio computador (que pode ser um portátil, como os Macs iBook ou PowerBook). O que antes parecia uma alternativa difícil de ser aplicada, já é possível hoje com o emprego de ferramentas disponíveis no mercado, e com um custo mais acessível. O consultor e professor de Computação Gráfica, Multimídia e Edição das universidade Rio Branco e Mackenzie, Rodrigo Pellicciari, afirma que o emprego do computador democratizou a produção de vídeo.

“Antes se gastava R$ 250 mil para fazer um vídeo de trinta minutos. Hoje esse custo pode ser menor que R$ 10 mil”, afirmou. Essa produção não linear também já é empregada em produções para a televisão, como o jornalismo, onde as imagens são captadas na rua e o material editado é enviado, por um link ou celular, pronto para ir ao ar.

Serviço: A Semana de Comunicação Digital é aberta a todos os interessados, e a programação está dividida em workshops (com custo de R$ 50,00) das 14 às 18h, e com palestras (gratuitas) das 19h às 20h40. Outras informações podem ser obtidas pelos telefones (41) 223-9997 e 317-3035, ou no site www.unicenp.br.