Muitas mulheres aproveitam a virada do ano para acabar com a bagunça em casa. A chegada de 2014 pode ser a oportunidade que faltava para arrumar tudo e começar o ano com o pé direito, com tudo organizado. E um dos espaços que mais sofrem com a bagunça acumulada conforme os meses vão se passando é, sem dúvida, o guarda-roupa. Então, que tal iniciar pelo armário?

Com o auxílio da personal organizer Helen Feijó, o TDelas dá as dicas para ajudar nesta tarefa, que parece pesada, mas que trará um ótimo resultado. De acordo com ela, antes de tudo, a mulher deve ter em mente que será necessário descartar ou doar o que não serve mais ou o que se encontra em situação crítica, como roupas furadas ou malas rasgadas. Nada de ficar guardando o que não precisa. “Organizar é ganhar qualidade de vida”, salienta.

Para Helen, é mais fácil começar a organização do guarda-roupa “atacando” a parte de cima, onde normalmente são guardados cobertores, malas e outros itens de menos uso. Depois de tirar tudo das partes mais altas do armário, separar o que vai ficar, higienizar o espaço e guardar o que sobrou, a próxima etapa é encarar a área mais baixa do guarda-roupa, onde estão as peças mais utilizadas no dia a dia. “Prefiro tirar tudo e colocar sobre a cama para visualizar melhor. A partir disto, é possível fazer o descarte do que não se usa mais. Uma dica é ver o que você não usou durante todo o ano”, afirma a personal organizer. Se uma peça ficou de lado o ano inteiro, pode ir para doação ou ser descartada, dependendo de seu estado.

A maneira de organizar depende do gosto de cada uma, mas uma dica da Helen é separar peças de inverno e de verão, desde que tudo esteja estar à vista. “Organizar é ver tudo o que está à mão, de maneira harmoniosa”, comenta. Se a roupa de inverno ficar em local separado ou de difícil acesso, ela não será usada, mesmo quando os dias mais frios chegarem. A mulher pode arrumar por cores ou separar de um lado as peças mais quentes e de outro as roupas mais leves. No entanto, tudo deve ficar de forma acessível. “Se precisar sair hoje ou se esfriar de repente, você vai achar mais fácil e não terá problemas”, conta.

Outra separação que pode ser feita é entre roupas casuais e sociais. As calças sociais devem ser penduradas para evitar qualquer amassado. “Se a mulher tem muito vestido de festa e não os usa com frequência, uma alternativa é colocar em sacolas próprias para tirar o ar (estilo vacum bags), reduzindo o volume, ou em caixas organizadoras. Pode ser aquelas transparentes. Uma dica é colocar, dentro da caixa, papel celofane azul para que os vestidos não amarelem. E esquecer a naftalina. É melhorar colocar cravo, canela em pau ou sachês”, aconselha Helen. Saias, shorts e blusas com muitos bordados e paetês devem ser guardados no avesso, evitando problemas com os trabalhos.

A personal organizer lembra que os cabides não devem ficar sobrecarregados com diferentes roupas, pois esta tática não ajuda a visualizar as peças e corre-se o risco de ficarem amarrotadas. Uma peça por cabide é o recomendável. Outra dica de Helen é usar cabides menores, até mesmo os destinados para as crianças, para guardas roupas pequenas de mulheres. Com isto, dentro do armário, aumenta o espaço entre os cabides e o início das gavetas, permitindo que outras peças sejam guardadas, como os porta-joias, por exemplo.

Helen ainda lembra que etiquetar as gavetas, armários e caixas com os pertences colocados nestes espaços pode ajudar na localização das peças. Segundo ela, manter o guarda-roupa organizado requer disciplina. “Aproveitar a virada do ano é uma ótima oportunidade para começar a arrumar o armário. É necessário disciplina para manter o guarda-roupa organizado. Depois, tudo será, mais fácil”, indica a especialista.