enkontra.com
Fechar busca

Política

Praça Osório

Na 1ª semana de gestão, Greca fecha guarda-volume de moradores de rua

  • Por Gazeta Do Povo
Foto: Átila Alberti.

Em sua primeira semana de gestão da capital, o prefeito de Curitiba, Rafael Greca (PMN), mandou fechar um dos guarda-volumes destinados a moradores de rua no Centro da cidade. Em um post no Facebook, Greca afirmou que a “era Fruet acabou” e que vai “devolver o playground – o parquinho – às crianças”. “Curitiba começa a voltar a ser Curitiba”, reforçou ele no texto.

O ponto fechado fica na Praça Osório. O serviço disponível na Rua Dr. Faivre continua. Os moradores de rua usavam o guarda-volumes para deixar pertences, como mochilas e cobertores, diariamente, das 7h às 21 horas.

Na gestão passada, estes postos foram usados como estratégia da prefeitura para atuar com moradores de rua mais resistentes às ações da Fundação de Ação Social (FAS). A justificativa, na época, era que esse público também tem pertences com valor afetivo e que vinha utilizando buracos, bueiros e cabines telefônicas para escondê-los durante o dia. Estima-se que a capital tenha hoje cerca de 1,7 mil pessoas em situação de rua.

Intimidação

Segundo a assessora da presidência da FAS, a assistente social Maria Alice Erthal, o atendimento na praça está agora concentrado na Rua Dr. Faivre, 1.212. Ali já funciona, desde abril de 2016, o primeiro guarda-volumes criado para moradores de rua de Curitiba.

“Eles [os moradores de rua] deixavam as coisas no guarda-volumes e ficavam ali pela frente. Isso inibia outras pessoas a usar a praça”, comenta a assessora, ao lembrar que, na semana passada, um grupo de moradores de rua entrou no chafariz do local para se refrescar do calor. “O prefeito solicitou que ali fosse fechado porque gostaria de devolver a praça, a cancha, para a população”, diz.

Ainda de acordo com Maria Alice, o guarda-volumes da Dr. Faivre tem capacidade para atender a demanda central. Apesar de ter cerca de 200 usuários cadastrados, a unidade da Praça Osório só vinha tendo, conforme ela, 15 pessoas utilizando o serviço por dia, quantidade semelhante à contabilizada no guarda-volumes da Dr. Faivre. Os funcionários do setor também foram realocados para a unidade.

Greca responde

Por meio das redes sociais, nesta terça-feira (10), o prefeito de Curitiba, Rafael Greca, escreveu sobre o caso. “Mandei fechar o guarda volumes para moradores de rua na Praça Osório para retomar para as crianças e famílias de Curitiba o playground e aquele espaço nobre do nosso centro urbano que foi urbanizado em 1874. Recebeu, em 1878, o nome de Largo Oceano Pacífico. É Praça General Osório desde 1879. Teve coreto em 1914, construído pelo prefeito Cândido Ferreira de Abreu e demolido no início dos anos 50. Seu relógio, restaurado, por mim em 1993, relembra o primeiro lá instalado, sobre monolito de granito apicoado, obelisco dos mais elegantes do Brasil. Marca a hora oficial da cidade. O chafariz, ornamentado com sereias ou ninfas, mais cisne e nenúfares de bronze parisiense, já foi lavado esta semana em operação contra a dengue e a chicungunha (sic)”, escreveu o prefeito.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

54 Comentários em "Na 1ª semana de gestão, Greca fecha guarda-volume de moradores de rua"


Simone
Simone
7 meses 7 dias atrás

Oferecer para eles apoio num albergue, comida, agua, mudar a situacao deles para melhor, se voce e morador de rua voce precisa de ajuda, todos nos precisamos de opcao e isso que voce Greca tem que fazer dar uma opcao melhor para eles pois a opcao dolorida e ruim eles ja decidiram.

Simone
Simone
7 meses 7 dias atrás

Moradores de Ruas existem em qualquer lugar, sou residente em Manhattan NY e mesmo aqui numa cidade planejada e cara de se viver existem eles e so procurar por eles q estao la , na verdade fechar ou abrir guarda volume nao ira resolver a situacao, tem que agir profundamente na situacao

Henrique
Henrique
7 meses 8 dias atrás

O espaço público possui função social, livre circulação, lazer, etc! não moradores! Aos moradores de rua, deve haver programa completo de inserção social, como um albergue para dormir! Tem crianças pedindo dinheiro ao redor da catedral! Parabéns ao Greca pela iniciativa…

Lucio
Lucio
7 meses 10 dias atrás

ate concordo mas o problema não está só nos pedintes tem também o problema da droga que corre soltoa falta de policiamento e fazer algo pelos desmpregados que ganham seu sustento, vendendo coisas nas ruas de curitiba e sendo atacado pelos fiscais,

luciano freitas
luciano freitas
7 meses 11 dias atrás

cidade sorriso ????? que sorriso só chove e unico atrativo era beleza de uma cidade limpa .

1 2 3 5
wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas