O cérebro de uma mãe pode parecer um navegador de internet cheio de abas abertas. São diversas preocupações, providências a serem tomadas e compromissos que fica praticamente impossível dar conta de tudo – afinal, você é uma só. A falta de tempo para atender as crianças com a qualidade que elas precisam pode fazer com que você pareça pouco atenta a elas e a você mesmo. Pensando nisso, o site norte-americano iMoM fez uma lista com sete passos para ajudar você a não se sentir tão sobrecarregada. Confira:

Faça uma limpeza no cérebro

Esvaziar o cérebro, como se estivesse limpando os arquivos de um computador, vai ajudar você manter os pensamentos mais tranquilos e, consequentemente, ganhar mais tempo de qualidade. Uma dica é passar ideias, pensamentos e vontades para o papel ou celular. Ao fazer listas ou escrever um diário, você não se sente obrigada a guardar tudo isso na cabeça – o que fará com que tenha mais espaço para cultivar bons pensamentos.

+Caçadores! Mãe que vale ouro! Filho de empregada vira doutor em engenharia pela UFP

Tenha um planejamento

Você não precisa guardar todas as atividades da semana na cabeça, mas tenha a mão algum aplicativo, um planner e o revise sempre que preciso. Isso vai fazer com que durma melhor sabendo o que esperar do dia seguinte.

Aprenda a dizer não

Sempre aparece uma urgência. Em tempos sem pandemia é aquela festa surpresa para algum familiar, a despedida de um colega do trabalho, a reunião das mães dos colegas do seu filho. Agora, na quarentena, é uma reunião de trabalho extra por videoconferência ou mesmo a demanda das crianças que, em casa o tempo todo, querem brincar ou estar mais com você (e isso não é ruim). Mas, o “sim” que você diz para essas questões pode ser um “não” para um momento com você mesma ou de mais tempo de qualidade com sua família.

+Viva! Dor na costas e lombar? Exercícios simples ajudam durante o home office

Limite o tempo ao telefone

Com certeza você faz isso o tempo todo com os seus filhos, mas você também precisa se policiar quando o assunto é o uso do telefone. Dedicar um tempo (sem o celular) para a sua família é essencial para dar um bom exemplo às crianças.

Comam juntos… e sentados à mesa

Programas de TV, videogames e celulares geralmente disputam a hora do jantar, mas estudos mostram que jantares sentados à mesa ajudam a família a se comunicar melhor. Esses momentos também servem para transmitir ensinamentos, aprender coisas novas, se relacionar com histórias e até comer de uma forma mais saudável. Pense nisso!

+Viva! Que tal sair do streaming um pouco e viver em família?

Aproveite as oportunidades

Se mostrar uma mãe presente e menos distraída também passa por saber aproveitar as oportunidades. Se o tempo que você tem com seus filhos durante a semana são aqueles minutinhos entre a atividade extracurricular, ou agora durante a quarentena é o tempo entre o fim do home office e a hora do banho, use esses períodos para conversar com eles e ouvi-los, de verdade.

Aprenda a ouvir

Outra etapa crucial nesse processo de ajuste é ouvir. Ouça seus filhos sem se preocupar em opinar, ensinar ou corrigir, apenas ouça. Se você simplesmente ouvir, poderá guardar as histórias deles e conhecê-los melhor. Isso fará de você mais presente.


Precisamos do seu apoio neste momento!

Este conteúdo te ajudou? Curtiu a forma que está apresentado? Bem, se você chegou até aqui acredito que ficou bacana, né?

Neste cenário de pandemia, nós da Tribuna intensificamos ainda mais a produção de conteúdo para garantir que você receba informações úteis e reportagens positivas, que tragam um pouco de luz em meio à crise. Bora ajudar?

Ao contribuir com a Tribuna, você ajuda a transformar vidas, como estas

– Pai vende vende 1000 bilhetes de rifa com a ajuda da Tribuna pra salvar o filho
– Leitores da Tribuna fazem doação de “estoque” de fraldas para quíntuplos
– Leitores se unem para ajudar catadora de papel de 72 anos

E tem várias outras aqui!

Se você já está convencido do valor de sua ajuda, clique no botão abaixo