Sabe aquele tipo de história que te enche de esperança num mundo melhor e dá vontade de ler todos os dias? Foi o que aconteceu nesta semana, em Curitiba. Beatriz Galindo é o nome da personagem principal desse “causo” curitibano. Ela contou em uma postagem no grupo de Facebook Clube da Alice, um símbolo local de empreendedorismo e empoderamento feminino, que caminhando pelas ruas da cidade encontrou uma fatura de cartão de crédito e R$ 400 em dinheiro.

O encontro inesperado acontece na Rua Comendador Araújo, próximo ao Mercadorama. Segundo ela, o boleto (no valor de R$ 390,69) estava no nome de Raul Alessandro Fagundes que, por óbvio, deixou cair o “pacote” enquanto passava por ali. De cara, Beatriz tentou localizar o dono do dinheiro pela mesma rede social e encontrou alguém como nome semelhante. Como ficou na dúvida, resolveu, mesmo sem ter uma resposta, pagar a fatura.

LEIA MAIS – Bolão feito no Paraná ganha sozinho prêmio da Lotofácil 2038

Ela contou, na mesma postagem, que, além de pagar o boleto, ela queria localizar o tal do Raul para devolver o troco de R$ 9,31.

A postagem tem um zilhão de compartilhamentos e bem que poderiam ser 2 zilhões. Algumas horas depois, ela mesmo editou a postagem e acrescentou que após ter enviado o comprovante de pagamento para a operadora de cartão, conseguiu localizar o Raul. Em seguida, após agradecer o apoio e mensagens que recebeu, ela escreveu: “Fiz só o que era certo de ser feito”.

Beatriz, obrigado por você existir, em meu nome, em nome da Tribuna do Paraná e de todos que “correm pelo certo”, que acreditam num mundo melhor. Siga com o olho afiado, Beatriz, pra ver se você não acha, também, a noção que esse povo perdeu durante a pandemia, desrespeitando a vida de pessoas que poderiam ser como você, semeadoras de um mundo melhor.