enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Trio é preso após tentar fugir de policiais

  • Por Marcelo Vellinho, Aprova Concursos

Três rapazes que planejavam assaltar uma lotérica, no centro de Rio Branco do Sul, foram presos pela polícia, no início da tarde de ontem. Solesmar Ferreira, 36 anos, Gilmar de Oliveira Muniz, 22, e um adolescente, de 17 anos, estavam num Honda Civic e tentaram fugir ao avistar uma viatura, na Rodovia dos Minérios.

Eles capotaram o veículo e foram detidos com três armas, munições e um colete balístico. A intenção deles era roubar um malote com aproximadamente R$ 10 mil.

A prisão dos suspeitos foi possível graças a uma denúncia anônima dando conta que indivíduos num Honda Civic preto estariam a caminho de Rio Branco do Sul para praticar um assalto.

“Não disseram em que estabelecimento seria, mas fizemos patrulhamento na região e avistamos um carro desse modelo, sem placas, e tentamos abordá-lo”, disse o tenente Carstens, da Rondas Ostensivas de Natureza Especial (Rone).

Acidente

Assim que perceberam a polícia, os suspeitos iniciaram fuga, porém o condutor perdeu o controle do veículo numa curva e capotou. “Ainda bateram num Kadett, onde havia um garoto de 11 anos, que ficou ferido, mas felizmente sem gravidade”, informou o tenente.

Os três ocupantes permaneceram no veículo e foram detidos. No Honda Civic, a polícia encontrou dois revólveres calibre 38 e uma pistola calibre 380, além de munições e um colete balístico.

“O trio confessou que iria assaltar uma lotérica”, contou Carstens. O carro havia sido roubado dois dias antes, na Rua Mateus Leme, em Curitiba. Os suspeitos informaram que foi o adolescente que tomou o veículo de assalto.

Histórico

Os três detidos foram encaminhados à delegacia de Rio Branco do Sul e já contavam com antecedentes criminais. Solesmar ficou 17 anos preso por matar a namorada e o amante e deixou a prisão em novembro. Gilmar já havia sido detido por porte ilegal de arma e o adolescente foi apreendido por delito de trânsito.

Após as prisões, os policiais foram até a lotérica na tentativa de descobrir quem avisou os assaltantes sobre o malote de dinheiro. Nada foi apurado a respeito do crime, porém o segurança do lugar foi preso em flagrante por porte de arma, já que ele estava com um revólver.

Aliocha Maurício
Além das armas, foram apreendidos coletes à prova de bala.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Últimas Notícias

Mais comentadas