Um oficial do Exército Brasileiro foi preso sob a acusação de assaltos. De acordo com informações da Polícia Civil de Medianeira, no oeste do Paraná, o rapaz é terceiro sargento e tem 22 anos. Ele é suspeito de cometer vários assaltos a sacoleiros na BR-277, rodovia de acesso a Ciudad del Este, no Paraguai.

O sargento, cujo nome não foi revelado, foi indiciado pelos crimes de roubo qualificado, receptação e posse de munição restrita. Ele foi levado pela Polícia do Exército para o 34º Batalhão de Infantaria Mecanizado, em Foz do Iguaçu, onde deve permanecer preso.

Para chegar até o suspeito, a polícia ouviu várias vítimas no último sábado que foram até a delegacia para relatar um assalto. Além disso, o suspeito esqueceu um documento de identificação militar no carro de uma das vítimas durante a fuga, o que o ligou  aos crimes.

No sábado (13/12), o sargento e seus comparsas assaltaram sacoleiros. Eles renderam o grupo e levaram para matagal próximo à BR-277. As vítimas foram amarraram e todas as mercadorias foram levadas, além de cerca de R$ 8 mil em espécie.

Com base nas evidências, a polícia localizou a casa do oficial no Jardim Canadá, em Medianeira, e o prendeu em flagrante. O sargento tinha várias fardas do Exército, que também eram usadas nos assaltos, objetos roubados das vítimas, munições de pistolas, espingardas e até de um fuzil antiaéreo.

Nos fundos da casa do militar também foi encontrado um carro com placa de Curitiba, com alerta de roubo. O carro em nome do suspeito e que teria sido usado no assalto no sábado, conforme a descrição das vítimas, tinha dois giroflex, um colete à prova de balas e 12 aparelhos celulares. A investigação prossegue em busca de identificar o restante da quadrilha.