Joani diz que participou.

Três rapazes tentaram roubar um carro na noite de segunda-feira, mas o que eles conseguiram levar foi apenas uma carteira de cigarro. Momentos depois da tentativa frustrada de assalto, um deles foi detido por policiais militares, com um revólver, calibre 38, carregado. Joani Alves do Prado, 23 anos, foi encontrado próximo ao terminal do Boa Vista, mas os outros dois suspeitos conseguiram fugir.

De acordo com o soldado Machado, do Regimento da Polícia Montada, RPMont, por volta das 22h30, os três jovens passavam pela Rua Miguel Piekarski e viram duas pessoas encostadas próximas a um veículo Gol, estacionado. Com a arma em punho o trio deu voz de assalto. Como os rapazes não tinham a chave do carro, já que o proprietário do veículo estava dentro da casa, eles roubaram o que as vítimas tinham nos bolsos, no caso, apenas uma carteira de cigarro.

Baile

Após o roubo, a polícia militar foi acionada e, com as características dos assaltantes, passou a fazer buscas pelo bairro. Pouco tempo depois, um deles foi localizado e detido. Junto com Joani foi encontrada a arma usada para o assalto. O rapaz confessou ter participado do crime, mas alegou que a arma era de um comparsa. “A gente só queria o carro para dar umas voltas e ir a um baile”, justificou.

Joani foi encaminhado ao 3.º Distrito Policial (Mercês) para a lavratura do flagrante e depois encaminhado ao 5.º DP (Bacacheri), que atende àquela áera.