Policiais militares perseguiram e trocaram tiros com suspeitos de roubar um malote com R$ 94 mil, segunda-feira à tarde, em São José dos Pinhais. Depois de uma operação que durou mais de duas horas, um acusado foi morto, outro baleado e um terceiro conseguiu escapar. Parte do dinheiro foi recuperada e devolvida ao dono. A vítima, proprietária de uma distribuidora de gás, interceptou uma viatura da Polícia Militar no cruzamento da Avenida Rui Barbosa com a BR-277, às 15h30. O comerciante havia sido atacado em trânsito, por três homens armados, que o fecharam usando um Santana preto. O bando tomou-lhe três malotes, contendo ao todo cerca de R$ 50 mil em cheques e R$ 44 mil em dinheiro.

Avisados pelo rádio, policiais do 17.º Batalhão localizaram o Santana no Contorno Leste, rodando em direção à BR-277. Viaturas da Rotam e outras do 17.º BPM iniciaram a perseguição e foram recebidas a tiros ao se aproximarem do Santana. Houve revide.

Os acusados conseguiram ganhar distância, mas sofreram uma baixa. Um deles, ferido a tiros pela polícia, foi abandonado pelos comparsas na margem da BR-376, perto da Planta São Marcos. A PM o encontrou e encaminhou ao hospital, onde chegou morto.

Novo tiroteio

No bairro Barro Preto, o Santana foi localizado novamente e houve outra troca de tiros. Um dos acusados, mesmo ferido com dois tiros na cabeça, conseguiu cambalear até uma residência, onde finalmente foi detido. Inconsciente, foi levado ao hospital da cidade.

O terceiro suspeito desapareceu. Segundo policiais do 17.º BPM, foram recuperados dois dos malotes, que ao todo continham cerca de R$ 27 mil em dinheiro. O fugitivo teria ficado com o restante.

O suspeito morto, de aproximadamente 35 anos, e o baleado, não haviam sido identificados até a tarde de ontem. A Polícia Civil da cidade tenta localizar o terceiro, que seria dono do Santana preto.