Uma mulher foi encontrada morta com várias facadas na Rua Alferes Poli, perto da Rua Chile, no Rebouças, na noite de terça-feira (04). Peritos do Instituto de Criminalística encontraram indícios de que ela lutou com o assassino para tentar fugir.

Ninguém ouviu gritos de socorro nem viu o assassino. A mulher foi encontrada caída na calçada, ensanguentada, por uma pessoa que passou pela região, pouco depois das 22h.

A testemunha chamou o Siate acreditando que a mulher caiu e bateu a cabeça, mas quando os socorristas chegaram descobriram que ela foi atingida por duas facadas no pescoço, uma na barriga e uma nas costas, e já estava morta.

A mulher não portava documentos, tinha aproximadamente 30 anos, era branca, de cabelos castanhos, e vestia camiseta cinza, calça jeans e chinelos cor de rosa. Ela usava um anel prata na mão esquerda. Nas mãos ela tinha ferimentos e chumaços de cabelo, que provavelmente foram arrancados do assassino enquanto ela lutava pela sobrevivência.

A equipe da Delegacia de Homicídios busca imagens do circuito de segurança de empresas e residências próximas ao local para tentar localizar o assassino, e aguarda a identificação da vítima para prosseguir com as investigações.