Cristiani Durante uma madrugada insone, Cristiani da Silva Biscoski Jusse, 33 anos, descobriu que estava sendo traída, ao mexer no celular do marido, Rafael do Rocio Jusse, e encontrar mensagens de amor trocadas com uma vizinha. Ela acordou o esposo aos tapas, arrancou dele uma confissão e, depois que ele afirmou já ter transado duas vezes com a amante, Cristiani ateou fogo no marido.

A confusão começou às 3h de segunda-feira (17), na residência do casal, na Rua Orlando Molinari, Alto Boqueirão. Cristiani levantou da cama e começou a mexer no celular de Rafael. Encontrou várias mensagens, recebidas e enviadas, como por exemplo: “Eu te amo demais”, “Bom dia paixão”, e “Nega, você vai sair? Nem me pediu?”. Indignada, a mulher acordou Rafael aos tapas e fez com que ele confessasse a traição.

Cigarro

Enquanto ele afirmava que tinha errado, Cristiani acendeu um cigarro. Ela ainda estava com o isqueiro na mão, acendendo e apagando a chama, quando resolveu perguntar se ele já tinha tido relações sexuais com a vizinha. Quando Rafael confessou que estava com a amante há duas semanas e já tinha transado duas vezes com ela, Cristiani perdeu a cabeça.

A mulher pegou a garrafa de álcool que estava no quarto e jogou no marido. Ele ficou molhado do peito para cima. No interrogatório, conforme revelou o superintendente do 7.º Distrito Policial (Hauer), Neimir Cristóvão, a mulher disse que, como acendia e apagava o isqueiro, de nervosismo, acidentalmente ateou fogo no marido.

Arrependimento

Cristiani ainda disse que tentou apagar as chamas, abraçando Rafael e batendo em sua roupa. Depois do fogo controlado, ela chamou a Polícia Militar e o Siate. Rafael foi levado com queimaduras graves ao Hospital Evangélico, onde está internado na UTI, com risco de morte. Ele não teve as vias aéreas comprometidas, mas teve queimaduras no peito, pescoço e parte do rosto. Cristiani foi presa em flagrante por tentativa de homicídio e levada ao 7.º DP. O casal estava junto há 11 anos e casados há dois..