Na noite de domingo (19), uma festa de pagode em um bar foi encerrada a tiros na Rua Dr. José Giostri Sobrinho, próximo à Rua Miguel Pedro Abib, Jardim Acrópole, Cajuru. Um homem morreu e duas mulheres foram baleadas.

Testemunhas relataram à Polícia Militar que dois homens armados de pistola chegaram pela porta lateral do bar e tentaram levar Alisson Souza de Oliveira, 24 anos, o “Japonês”, para o lado de fora, às 21h.

A esposa dele interveio, tentando evitar o homicídio, então os assassinos decidiram atirar na vítima no meio da festa. “Japonês” morreu na hora, atingido nas costas.

Os tiros também sobraram para duas clientes do bar: Helisângela Pereira de Lima foi baleada na barriga e Mayara Cristina de Oliveira também foi atingida. As duas foram socorridas pelo Siate e encaminhadas ao Hospital Cajuru, mas passam bem.

Pelo chão do estabelecimento ficaram cápsulas de pistola calibre 380. Familiares de Alisson relataram à equipe da Delegacia de Homicídios que ele era amigo do ex presidiário Romildo Domingos dos Santos Júnior, 19 anos, morto na mesma região com mais de dez tiros, no dia dez de agosto. Os investigadores apuram se há relação entre os crimes.