Um mês depois de ter a casa invadida por policiais civis e guardas municipais de São José dos Pinhais, durante cumprimento de mandado de busca e apreensão, Samuel de Souza, 45 anos, com um mandado de prisão temporária expedido em seu nome, procurou o Paraná Online para contestar informações da polícia.

O nome de Samuel foi citado no inquérito que investigava uma quadrilha que havia roubado caminhões. A investigação começou com a prisão de um suspeito em Curitiba, por investigadores da Delegacia de Furtos e Roubos.

O preso, que havia sido autuado por receptação e porte de arma, foi transferido para São José dos Pinhais, porque os roubos dos caminhões eram investigados por aquela delegacia. No dia 27 de dezembro, dois homens foram presos e quatro carros apreendidos.

Viatura

Dois veículos pertenciam a Samuel, um deles, segundo a polícia, era montado para ser usado como viatura policial. “Ainda não sei como fui envolvido nessa história, mas posso garantir que nunca pratiquei nenhum roubo. O carro que foi apreendido na minha casa estava com uma porta de viatura da Polícia Militar, mas ela fazia parte de um lote de peças compradas em leilão. Tudo tem nota e está regularizado”, explicou Samuel.

Ele disse também que os policiais levaram uma caminhonete Ranger, que está em seu nome. “O pior não foram os carros, pois tenho como provar que estão na delegacia e foram levados de forma arbitrária, e simoutras coisas que levaram da minha casa. Pegaram desde minhas ferramentas de trabalho, peças dos carros de clientes, e até o videogame e outros brinquedos dos meus filhos”.

Boneca

Ele também acusa os investigadores e a guarda municipal de terem usado os sprays que ele usava para pintar os veículos, para pichar na parede: “A casa caiu hahaha”.

“Agora minha filha tem medo de ficar em casa e vive dizendo que foi a polícia que roubou a boneca dela”, lamentou. Samuel contou que já procurou a corregedoria da Polícia Civil e tenta revogar o pedido de prisão temporária, pois até agora, segundo ele, não encontraram nada que o relacione com a suposta quadrilha.