A tentativa de reabilitação das drogas de Márcio José Dantas, 21 anos, durou apenas um mês. Às 17h40 de ontem, ele foi morto com três tiros, na casa do pastor da igreja que frequentava desde que resolveu deixar o vício.

O crime aconteceu na Rua Eduardo Pinto da Rocha, no Alto Boqueirão, e Marcos Vinícius Rodrigues, 23, amigo de Márcio, foi ferido com três tiros. Ele foi socorrido pelo Siate e encaminhado ao Hospital Evangélico em estado grave.

Segundo o pastor Eliezer Sebastião da Silva, Márcio ia à igreja há pouco mais de um mês e parecia determinado a deixar o vício. “Por opção começou a usar terno e gravata e conversava bastante, mas parece que a vida que ele levava antes era muito complicada e cheia de pendências”, comentou o pastor.

Corrida

Na tarde de ontem, Márcio participou do culto, e como de costume, ficou conversando com os irmãos na saída. Na casa do pastor, ao lado da igreja, mulheres e crianças se reuniram para tomar café. “Ele entrou correndo e o bandido atrás. Atiraram e fugiram em seguida”, completou o pastor.

Os soldados Edgar e Azevedo, do 13.º Batalhão da Polícia Militar, receberam a informação que o rapaz era suspeito de homicídio na região. “Essa suspeita não está confirmada. A outra hipótese é que ele tenha ficado devendo para algum traficante”, comentou Edgar. A Delegacia de Homicídios trabalha no caso.