A busca pelos suspeitos de assassinar o cabo do Exército Giovanni Porcides, de 22 anos, continua. Nesta quinta-feira (9), a Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) divulgou novas imagens de câmeras de segurança que mostram o grupo de jovens que se envolveu na confusão na saída de um bar no Alto da XV, na madrugada de segunda-feira (06).

Entre as pessoas que aparecem nas imagens, foi possível identificar o rapaz que teria atirado contra Giovanni, que estava de blusa preta com branco. O mesmo suspeito é o rapaz que está no retrato-falado que foi divulgado nesta terça-feira (07), pela DHPP.

Nas imagens divulgadas nesta quarta também é possível ver o momento em que os dois veículos, um Corsa sedan e um Uno, passam. Segundo a polícia, o atirador, que tem aproximadamente 22 anos, estava no Corsa, acompanhado de uma jovem de cerca de 19 anos, que também foi retratada por testemunhas.

“Acreditamos que, com a divulgação das imagens, alguém possa nos ajudar a encontrar, principalmente, o rapaz que é suspeito de ter atirado. Talvez nem todos consigam identificar quem possa ser, mas familiares e pessoas próximas a ele é quem podem nos ajudar, pois conhecem a pessoa”, explicou a delegada Ana Claudia Machado. As informações podem ser passadas diretamente para a DHPP, pelo disque-denúncia 0800-6431-121.

O crime

Giovanni deixava um bar na Rua Itupava, por volta das 3h, acompanhado de um amigo e três moças, quando, segundo relato de testemunhas à polícia, o Corsa acelerou na direção do grupo.

Para tentar apaziguar a situação, ele teria colocado a mão no capô do veículo, onde, além do casal, estava outro rapaz. Um Fiat Uno, onde estavam dois homens, que seriam amigos dos ocupantes do Corsa, teria se aproximado e houve uma briga generalizada.

De acordo com a polícia, o motorista do Corsa atirou na barriga de rapaz, que já estava caído no chão. Ele chegou a ser levado ao Hospital Evangélico, mas não resistiu aos ferimentos.

Confira as novas imagens: