A Polícia Civil confirmou que o disparo que matou a estudante Bárbara Silveira Alves, 16 anos, no início da tarde da última quarta-feira (01), no Santa Cândida, durante uma perseguição, partiu dos policiais.

O confronto envolveu dois indivíduos que estavam em uma moto e assaltaram um restaurante na Rua Padre João Wislinski. Porém, havia policiais a paisana almoçando no local e assim que a dupla saiu do local foi perseguida pelos policiais.

No meio da rua ocorreu a troca de tiros e Bárbara, que estava saindo da escola, foi baleada nas costas. A garota foi levada de helicóptero até o hospital, mas não resistiu.