A busca pela origem de notas falsas apreendidas com um adolescente na noite de segunda-feira (21), em Pinhais, terminou em confronto entre a polícia e um suspeito. Identificado como Claudenir da Silva, 35 anos, o suposto falsário foi baleado e está internado no Hospital Cajuru, em Curitiba.

Segundo o tenente-coronel Maurício Tortato, comandante do 17.º Batalhão, um garoto, de 16 anos, foi flagrado por volta das 20h50, no bairro Pineville, com notas falsas. Ele teria dito aos policiais que havia comprado a nota em uma residência na Rua Paulo Roberto Cardoso, no mesmo bairro.

No local, estavam Claudenir e uma mulher, que não teve a identidade revelada. “Como eram dois policiais homens, ela alegou sua condição de mulher para não ser revistada”, relata Tortato.

Em revista ao imóvel, os policiais encontraram mais notas falsificadas, num total de R$ 1.370.

Quando o dinheiro foi achado, a mulher tirou um revólver debaixo do vestido e passou-o a Claudenir, segundo a PM. Os policiais reagiram atingiram o suspeito com um disparo.

A mulher e o menor foram encaminhados à Polícia Federal.