Apesar de ocupar o terceiro lugar no ranking de cidades mais violentas da grande Curitiba, no acumulado do ano, Colombo foi o recordista de violência, em novembro, entre os municípios da região metropolitana (excluindo-se Curitiba): 16 mortes violentas. Quebrou o seu próprio recorde, que até então tinha sido de 13 mortes, tanto em janeiro, quanto em setembro.

A menor quantidade de crimes foi em maio, quando apenas duas mortes aconteceram na cidade. No acumulado do ano, Colombo está com uma média de 8,6 assassinatos por mês.

Na contramão da violência está Araucária, que teve o menor índice de crimes do ano: apenas duas mortes violentas no mês passado. Até então, a menor quantidade na cidade tinha sido em agosto, com três óbitos. A cidade vem registrando, desde janeiro, uma média de seis vítimas de crimes por mês.

Quintas-feiras

Em novembro, o dia da semana “preferido” pelos bandidos para matar foi quinta-feira, quando 23 vítimas perderam a vida. A quantia é similar aos números registrados aos sábados, por exemplo, historicamente o dia da semana em que mais ocorrem assassinatos.

Os homens são a grande maioria de vítimas da violencia.

Até 30 de novembro foram 1.108  homens mortos, contra apenas 103 mulheres.

2013

No acumulado do ano, Curitiba já soma 535 mortes violentas. (44,2%). Os outros municípios da região metropolitana acumulam 676 mortes. (55,8%).