Policiais de várias delegacias de Curitiba e Região Metropolitana estão somando esforços para elucidar a chacina ocorrida na noite de quarta-feira, em Almirante Tamandaré. A polícia levantou o nome de alguns suspeitos, que já estão sendo investigados.

De acordo com o superintendente da delegacia do município, Joacir Alves da Mota, tanto ele quanto os policiais do Centro de Operações Policiais Especiais (Cope) receberam informações sobre os suspeitos de serem os autores do crime. Seis nomes foram levantados e estão sendo investigados, o que poderá resultar em prisões na próxima semana. Quanto ao motivo da chacina, a principal hipótese é de acerto de contas, uma vez que o policial morto seria viciado em drogas.

Crime

O policial civil Leônidas da Silva Leite, 43 anos, lotado na Delegacia da Mulher, em São José dos Pinhais, foi morto junto com outros dois amigos, Ricardo Augusto Oliveira, 26, e Odair Maciel de Lima, 28. Eles foram mortos em frente a um bar, situado na Rua Antônio Rodrigues Dias, Jardim Bonfim, por dois homens encapuzados.