enkontra.com
Fechar busca

Painel do Crime

Chacina do Uberaba: mais um autor identificado

  • Por Valéria Biembengut

Policiais da Delegacia de Homicídios identificaram mais um dos autores da Chacina do Uberaba, ocorrida no dia 27 de fevereiro, quando foram executados Denise dos Santos, Arlindo Moraes Filho o “Bicão”, Jurandir Marcos Barbosa, Sebastião Fernando dos Santos e José Maurício da Silva, o “Zé Paraíba”. A informação é do delegado Rinaldo Ivanik, responsável pelo caso, que prefere não divulgar o nome do homicída para não atrapalhar as investigações. “Já solicitamos a sua prisão preventiva.

O delegado informou que seis pessoas foram autoras da chacina. Uma delas, Jorge Bueno, foi preso em União da Vitória por porte ilegal de armas e depois foi decretada sua prisão a pedido da DH, para mantê-lo no xadrez. O outro é o adolescente C.B.O., de 16 anos, que já confessou o crime. Também está presa a amásia de Jorge Bueno, Natália de Fátima Lima, 22 anos. “Suspeitamos que ela também participou da chacina, pedimos sua prisão e a Justiça decretou. Ela está recolhida em União da Vitória”, contou Ivanik. De acordo com o delegado, a mulher negou conhecer Jorge Bueno, porém mais tarde a polícia comprovou que ela era amásia dele, com quem tem dois filhos. “Se for provada a participação da Natália na chacina faltam identificar duas pessoas”, argumentou o policial.

Alvo

O alvo dos exterminadores era o adolescente C.S.B., de 15 anos, que é acusado de integrar a “gangue do Jaburu”, responsável por vários homicídios na Vila das Torres e no Uberaba. O menor foi preso na semana passada, em Praia de Leste, Pontal do Paraná (litoral do Estado), por investigadores da Delegacia de Homicídios. O jovem foi denunciado anonimamente e ao receber voz de prisão estava armado com um revólver calibre 38, usado no assassinato de várias pessoas.

O adolescente confessou ser responsável pelo assassinato de Ronaldo Gonçalves, ocorrido dia 21 de fevereiro, às 15h30, no Uberaba. Ele relatou que estava devendo R$ 100,00, referente a compra de drogas, para Jorge Bueno, que mandou Ronaldo cobrar a dívida.

O menor disse ainda que Jorge Bueno matou Jefferson Marcos Gonçalves, 17 ,e Diego Ribeiro, 16. Os dois crimes aconteceram no início da madrugada do dia 23 de fevereiro, no Uberaba. C.B.O. denunciou que Jorge Bueno é o líder da “gangue São Caetano”, responsável por boa parte da droga distribuída no Uberaba e Vila das Torres, e ele também o mandante dos assassinatos.

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

Seja o Primeiro a Comentar!


wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas