A CCJ está votando nominalmente o parecer do deputado Geraldo Pudim (PMDB-RJ) que rejeita o recurso impetrado pelo deputado Raul Jungmann (PPS-PE) contra a decisão da Presidência da Câmara de adotar regime de urgência para medidas provisórias assim que elas chegam à Casa, o que não está na Constituição. Pudim é a favor da manutenção da regra atual.

Em votação simbólica, o parecer de Geraldo Pudim, foi rejeitado. Em seguida, o deputado
José Eduardo Cardozo (PT-SP) pediu verificação de votação o que obriga a comissão a proceder a votação nominal do parecer.

A CCJ está reunida no plenário 1.