“Mineirinho” seria apelido
da vítima de execução.

Com 14 tiros, um homem identificado apenas pelo apelido de “Mineirinho”, aparentando 35 anos, foi morto à 1h da madrugada de ontem, na Rua Cristo Rei esquina com a Rua Clevelândia, no Cristo Rei. Até o final da tarde de ontem, a vítima permanecia sem identificação no Instituto Médico Legal (IML).

“Mineirinho”, como era chamada a vítima na invasão México Setenta, na Vila União, tombou morto próximo a cerca de uma das casas. Os moradores disseram ter ouvido uma saraivada de tiros e não forneceram outros detalhes para a polícia.

O delegado Rinaldo Ivanike, da Delegacia de Homicídios, informou que vai aguardar a identificação da vítima. “Com isto poderemos saber mais detalhes e se ela tinha rixas ou estava sendo ameaçada de morte”, completou.

Telefone

Na tarde de ontem, uma mulher telefonou para o IML a procura de seu marido, que está desaparecido e também tem o apelido de “Mineirinho”. Ela informou aos funcionários que as características são semelhantes às da pessoa que ela procura, mas até o final da tarde ela não havia comparecido para tentar identificar o homem assassinado.

O desconhecido é moreno, tem cabelos pretos e curtos, usa barba e usava um chapéu cinza de tecido, jaqueta de náilon nas cores azul e branca, calça de moletom preta e tênis cinza.