t72221204.jpg

Claudinei, ladrão azarado.

Após invadir uma loja de autopeças, na Avenida Iraí, no Jardim Weisópolis, em Pinhais, e roubar R$ 0,90, Claudinei Vidal dos Santos, 18 anos, quase foi linchado na tarde de sexta-feira. O rapaz chegou a atirar contra os populares, mas foi dominado, desarmado e agredido. Depois entregaram Claudinei para dois policiais militares, que estavam de folga e passavam pelo local. "Pensei que iam me matar", comentou Claudinei.

O delegado Gerson Machado, da delegacia de Pinhais, informou que a aproximadamente 30 dias, bandidos assaltaram a mesma loja e levaram R$ 11 mil. "O Claudinei foi reconhecido pela vítima, mas nega que participou desse roubo", disse o delegado. "Acho que agora ele resolveu voltar sozinho, mas teve azar, não tinha nem um real no caixa", ironizou o delegado.

Assim que Claudinei saiu correndo da loja, levando os R$ 0,90 um rapaz ocupando uma motocicleta resolveu segui-lo. Várias pessoas também foram atrás. Claudinei puxou o gatilho por três vezes contra os populares, mas as balas "engasgaram" no velho revólver calibre 32. Em seguida, Claudinei foi dominado e preso pelos populares, que só o entregaram à polícia depois de "dar uma lição" no ladrão. "Eu só atirei para intimidar. Não queria acertar ninguém. Só ia embora", lamentou Claudinei.

O delegado disse que as investigações continuam no sentido de apurar outros crimes praticados pelo rapaz.