O Sindicato dos Trabalhadores da Alimentação de São José dos Campos realizou hoje um protesto contra a demissão de 47 funcionários da fábrica da Companhia de Bebidas das Américas (AmBev) de Jacareí (75 km de São Paulo). Os cortes ocorreram em dezembro passado.

A AmBev informou que o pessoal dispensado foi contrato no final do ano para atender a elevação da demanda sazonal.

“Os desligamentos realizados em dezembro do ano passado na unidade de Jacareí ocorreram para ajustar o número de empregados à sua produção sazonal. Tratava-se de turno extra contratado para suprir as necessidades de produção do verão, como ocorre todos os anos”, diz a AmBev em nota oficial. Segundo o sindicato, o protesto –que consiste numa espécie de ocupação da sede da empresa, em São Paulo– foi contra as demissões e implantação do sistema de bancos de horas.

O diretor do sindicato, Joaquim Aristeu, disse que os manifestantes só irão se retirar do prédio quando a direção da empresa aceitar receber uma comissão indicada pelos sindicalistas para negociar.

No entanto, a AmBev informou que as 40 pessoas que ocupam o saguão da empresa não são funcionários da companhia.

Além disso, a AmBev informa que os funcionários de Jacareí tomaram a iniciativa de organizar uma comissão interna, que desaprovou as ações do sindicato. (FolhaNews)