Uma ameaça de bomba fechou uma agência da Caixa Econômica Federal e interditou a Rua Joinville, no bairro São Pedro, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana de Curitiba, na manhã desta sexta-feira (6). Por volta do meio-dia uma equipe do Esquadrão Antibombas do Batalhão de Operações Especiais (BOPE) chegou ao local para verificar o conteúdo do material e se necessário, fazer a detonação. Mas para a surpresa dos policiais, um exame de Raio-X feito no pacote revelou o conteúdo inusitado: a bomba na verdade era um gato morto, segundo testemunhas.

+Viu essa? Prefeitura libera táxi coletivo, que vai concorrer com apps e ônibus

De acordo com informações do jornal Meio Dia Paraná, da RPC, o segurança da agência encontrou uma caixa suspeita por volta de 9h30 e acionou a Polícia Militar (PM). O pacote estava ao lado do muro do banco. A rua e agência permaneceram bloqueadas durante toda a manhã e parte da tarde. A rua foi liberada ao público por volta das 14h30.

Agência foi isolada por conta da suspeita de bomba. Foto: Reprodução/Google.

Susto

Na Escola Pedacinho do Céu, ao lado da agência bancária, a suspeita de bomba surpreendeu funcionários. “Dividimos muro com o banco. Ficamos sabendo da caixa que foi encontrada, mas não houve pânico. Logo os policiais do Bope apareceram para dar informações e orientar a gente. Um susto, mas está tudo tranquilo na escola e com os alunos”, diz a diretora da Escola Pedacinho do Céu, Meire Vosgerau.

+ Leia ainda: Leilão da PRF tem Golf com lance mínimo de R$ 2 mil e caminhão com R$ 5 mil

De acordo com a diretora, a situação trouxe apenas transtornos à rotina da instituição. “Como a rua está bloqueada, funcionários não conseguem entrar e sair para fazer a troca de turno. Mas polícia afirmou que a situação deve ser resolvida logo. Acho que não teremos muitos problemas na entrada dos alunos da tarde, às 13h”, afirmou Meire, no início da tarde.