Duas pessoas, entre elas um professor da rede estadual de ensino, foram presas em flagrante após uma ação da Operação Predadores na Rede II, do Núcleo de Combate aos Cibercrimes (Nuciber), da Polícia Civil.

+Leia mais! Marido em estado de choque após esposa morrer atropelada. Câmera flagrou!

Além do professor, de 57 anos, foi preso ainda um técnico em eletrônica de 37 anos. Ambos tinham materiais contendo imagens de abuso infantil e não tiveram os nomes revelados. Com o professor, os investigadores localizaram ainda um revólver calibre 38. Os mandados foram cumpridos nos bairros Capão Raso e Santa Quitéria.

As investigações, coordenadas pelo delegado Demetrius Gonzaga, tiveram início há aproximadamente dois meses, quando a polícia passou a acompanhar a coleta de material de abuso infantil realizada através da internet pelos investigados.

nuciber

Nas residências dos suspeitos foram apreendidos computadores, HDs e celulares que comprovaram a existência de materiais ilegais, como fotos e vídeos de crianças e adolescentes em situação de exploração sexual. ” Pelas análises iniciais, mais de 2 mil arquivos foram encontrados e com mais de 5 anos de atividades com usuários que eles usavam nestas conexões”, explicou o delegado.

Os dois foram presos em flagrante e estão à disposição da Justiça.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

Dívida milionária manda a leilão Santa Casa de Colombo