Foto: Giuliano Gomes.
Foto: Giuliano Gomes.

Mais de R$ 800 mil em joias, dinheiro e objetos eletrônicos. Esse foi o total roubado por duas mulheres presas na madrugada de hoje (17). A prisão foi efetuada pela Delegacia de Furtos e Roubos (DFR) e as suspeitas foram identificadas como Evelin Jaqueline Frediani, 22 anos, e Sueli Almeida Lima, 36.

Segundo o delegado-chefe Matheus Laiola, o assalto ocorreu em outubro de 2016 e uma das responsáveis era funcionária das vítimas, no bairro Mercês. “Ela teria passado informações privilegiadas à outra mulher e mais dois homens que também participaram do roubo”, disse.

Com isso, a quadrilha marcou uma consulta em um consultório odontológico localizado embaixo dos apartamentos. Eles utilizaram nomes falsos para entrar no local, renderem os funcionários e dirigirem-se às residências, onde “fizeram a limpa”.

“Esse roubo aconteceu em outubro, quando levaram vários pertences da vítima. A partir disso, iniciamos as investigações e, em dezembro, conseguimos prender um dos participantes por porte ilegal de arma. Continuamos investigando e hoje cumprimos mandados de busca e apreensão em Araucária e Guaratuba, onde elas residiam”, informou o delegado.

Segundo Matheus, a prisão das duas mulheres e a identificação do segundo homem envolvido nas imagens do dia do roubo elucidou o crime completamente. “Das quatro pessoas que participaram da ação criminosa, três estão presas e as diligências continuam a fim de localizar o foragido Jonathan Vagner Batista e também os demais pertences roubados”, finaliza Laiola.

Vídeo

Veja a entrevista com o delegado Matheus Laiola e a apresentação das duas mulheres:

Mais informações em breve.