Dois homens jovens que moravam juntos em uma casa no bairro Cajuru, em Curitiba, morreram na tarde desta quinta-feira (1º) depois de uma briga que teria começado por motivo passional. Eles eram namorados e um deles teria matado o companheiro e depois tirado a própria vida por arrependimento. Eles tinham 18 e 24 anos. O crime ocorreu próximo ao meio-dia.

+ Leia mais: Preso suspeito de ter matado de forma brutal ex-jogador Daniel Corrêia de Freitas

Segundo o Delegado Osmar Feijó, da 3.° DHPP de Curitiba, a cena do crime estava bastante revirada, o que indicaria que houve luta corporal entre os dois. “Encontramos a primeira vítima na cama, com muitas facadas no peito. A segunda vítima atentou contra a própria vida e também tinha uma marca de facada, também no peito”, disse o delegado. Feijó ainda revelou que a segunda vítima chegou a mandar uma mensagem pelo celular para alguém da sua família, contando o que tinha feito.

Pessoas tranquilas

Foto: Atila Alberti
Casa onde os namorados viviam. Foto: Atila Alberti

De acordo com a vizinhança da residência dos jovens, eles eram pessoas tranquilas e não havia relatos de consumo de drogas. Eles também eram muito discretos e silenciosos. Nesta manhã de quinta, porém, gritos altos vindos da casa motivaram os vizinhos a chamar a polícia.

“Foi algo de diferente que eles fizeram. Agora, vamos apurar com os familiares deles o que pode ter acontecido. A suspeita é de motivação passional, mas ainda é cedo para falar”, apontou Feijó.

+ Leia mais:  Principais personalidades paranaenses estão enterradas no primeiro cemitério de Curitiba

Polícia Militar, Instituto Médico-Legal de Curitiba (IML) e DHPP atenderam a ocorrência. Dentro da residência, a polícia recolheu duas facas que teriam sido utilizadas pelos rapazes durante a briga e também os aparelhos celulares deles. A polícia e o IML deixaram o local por volta das 15h30.

+ APP da Tribuna: as notícias de Curitiba e região e do trio de ferro com muita agilidade e sem pesar na memória do seu celular. Baixe agora e experimente!

Mãe desmaia e é amparada por policiais ao saber da morte do filho em Curitiba