O dono de uma banca de jornais do Centro de Curitiba amargou mais um prejuízo. Na madrugada deste sábado (22), ladrões arrombaram sua banca, que fica na Praça Rui Barbosa, no cruzamento das Ruas Desembargador Westphalen e André de Barros. Na ação, vários vidros foram quebrados e mercadorias, como isqueiros e cigarros, levados pelos criminosos.

Leia mais: Donos de bancas estão apavorados com a violência

“O que levaram é quase insignificante perto do estrago que fizeram na banca, que é feita de vidro. Estimo um prejuízo de R$ 4 mil a R$ 5 mil. Cada vidro custa cerca de R$ 700, fora a mão de obra e as ferragens”, diz o comerciante Pedro Vilella, 61 anos.

Segundo ele, este não foi o primeiro ataque sofrido. “Já fizeram outras vezes. E nós na (Praça) Rui Barbosa, estamos abandonados. Em menos de um mês três bancas foram arrombadas. Trabalhamos das 6h30 às 20h30 e somos acordados de madrugada, com esta notícia. Vamos deitar rezando para que nada aconteça”.

Para Vilella, somente uma melhoria no policiamento ou na manutenção das câmeras de segurança da praça poderia inibir a ação dos marginais. “Tem que ter câmeras funcionando. Na noite passada, segundo a Guarda Municipal, elas não estavam. Tem também que ter mais patrulhamento na região”, aponta.

De acordo com a Prefeitura de Curitiba, o dono da banca deve registrar um Boletim de Ocorrência para que a Polícia Civil solicite as imagens das câmeras de segurança do local. Na próxima segunda-feira (24), autoridades deverão verificar a situação dos equipamentos na Praça Rui Barbosa.