enkontra.com
Fechar busca

Segurança

Medo

Denúncia de maus-tratos deixa pais em pânico e causa debandada em escola

Denúncia de maus-tratos a alunos da escola pra crianças em Curitiba preocupa pais e gera debandada em massa dos alunos

  • Por Alex Silveira
Mãe de aluno da escola particular no bairro Água Verde se emocionou ao falar da situação e do cancelamento da matrícula da filha. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná
Mãe de aluno da escola particular no bairro Água Verde se emocionou ao falar da situação e do cancelamento da matrícula da filha. Foto: Átila Alberti/Tribuna do Paraná

Uma denúncia de maus-tratos a alunos da Educação Infantil (até seis anos) de uma escola particular do bairro Água Verde, em Curitiba, se tornou o estopim para uma debandada em massa dos pais de alunos, que estão rescindindo o contrato de matrícula com a escola após receberem um vídeo com uma suposta agressão a uma das crianças. A agressora seria a própria dona e diretora da escola.

+ Fique esperto! Perdeu as últimas notícias sobre segurança, esportes, celebridades e o resumo das novelas? Clique agora e se atualize com a Tribuna do Paraná!

A imagem circulou por grupos de pais em um aplicativo de mensagens e teria sido divulgada por uma funcionária da escola. A denúncia está sendo investigada pelo Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria). Oficialmente, o nome da escola não foi divulgado.

Na tarde desta terça-feira (2), por volta das 15h, pelo menos quatro famílias foram até a escola para encerrar o contrato, entre elas a da podóloga Janaina Ribas Zak, 34 anos, mãe de uma menina de quatro anos. Ela deixou o local emocionada e preocupada com a situação. “Minha filha estuda aqui há dois anos. Nunca tivemos problema, mas não tenho como deixar minha filha aqui depois de saber o que aconteceu. Estou muito triste e sentida por ter que procurar outra escola, principalmente por causa dos amiguinhos da minha filha. Ela gostava de vir para aula”, disse a mãe.

Outros pais que deixaram o local, mas preferiram não dar entrevista, também estavam visivelmente emocionados. Eles carregavam os materiais dos filhos nas mãos. “Quase todos os pais estão encerrando a matrícula. Eles não conseguem segurar a emoção lá dentro da escola”, revelou Janaína, que cruzou com outros pais no interior da escola. A podóloga disse que muitos pais que vão trocar de escola nem sequer tiveram coragem de assistir ao vídeo, inclusive ela. “Prefiro não ver”.

O que diz a escola?

Em nota, a escola se posicionou por meio do advogado Helio da Silva Chin Lemos, cujo escritório foi contratado ainda no fim de semana, quando o vídeo com a suposta agressão começou a circular.

No posicionamento, a escola afirmou que “tem um histórico de mais de duas décadas comprometido com a educação e a formação de centenas de indivíduos”. A nota diz ainda que “a denúncia não define a conduta e a atuação da escola, a qualidade de seu histórico, nem a credibilidade de toda a equipe de profissionais que nela trabalham”. Assim como afirmado anteriormente, a escola informou que “os responsáveis estão à disposição das autoridades públicas para prestar todos os esclarecimentos necessários e se dedicam para, acima de tudo, preservar os alunos e conceder segurança no relacionamento com pais e prestadores de serviços envolvidos com a instituição”, finaliza a nota.

As investigações da denúncia seguem em segredo de justiça no Núcleo de Proteção à Criança e ao Adolescente (Nucria), por envolverem crianças.

*Até que as investigações envolvendo esta denúncia sejam concluídas, não divulgaremos o nome da escola. Comentários com este teor serão moderados.

Ao vivo!! Quinze testemunhas devem ser ouvidas neste segundo dia de audiências de instrução do caso Daniel. Siga em tempo real!

Siga a Tribuna do Paraná
e acompanhe mais novidades

Deixe um comentário

avatar
300

17 Comentários em "Denúncia de maus-tratos deixa pais em pânico e causa debandada em escola"


ADRIANA VEIGA
ADRIANA VEIGA
4 meses 13 dias atrás

* Posso estar errada; mas vi na reportagem pela manhã que está escola atua há 23 anos; e somente agora uma alma de Deus resolveu fazer a denuncia? Triste a omissão dos ex e atuais funcionários que em omissão também estavam compactuando das agressões.

Mais Do Mesmo
Mais Do Mesmo
4 meses 14 dias atrás

Escola Cimdy .

Carlos Roberto Teixeira
Carlos Roberto Teixeira
4 meses 14 dias atrás

Nome da escola pois tem que ser de utilidade pública.

Pabllo Vittar
Pabllo Vittar
4 meses 14 dias atrás

Deve ser um tormento mesmo aguentar uma sala com sabe se lá quantas praguinhas, mas o dinheiro estava entrando

Kevin Mamar
Kevin Mamar
4 meses 14 dias atrás

Qual o nome da escola???

wpDiscuz

Últimas Notícias

Mais comentadas