Luis Eduado da Silva, 23 anos, e o outro rapaz, identificado apenas pelo apelido de Aranha, estavam em uma praça no bairro Tatuquara quando foram mortos. O crime aconteceu por volta das 21h desta quinta-feira (11), na esquina das ruas Pedro Prosdócimo e Jornalista Emílio Zolá Florenzano. Os autores do crime estavam em uma Blazer preta.

Conforme a polícia, os dois conversavam com outros dois rapazes junto a uma fogueira quando ocupantes um veículo parou. Dois desceram e os rapazes já perceberam que algo estranho estava acontecendo. Eles tentaram correr, mas Luis e Aranha foram baleados.

A dupla morreu na hora, vítima de vários tiros. Os outros dois rapazes que estavam junto não se feriram. Os atiradores entraram no carro, onde um terceiro homem os esperava, e saíram em alta velocidade.

A Divisão de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) apurou que Luis Eduardo já esteve preso por tráfico de drogas, cumprindo pena por oito meses. Além disso, conforme as investigações iniciais, o rapaz seria também usuário. A polícia ainda não sabe o que pode ter motivado o crime, mas suspeita que esteja relacionado às drogas. Informações podem ser passadas pelo disque-denúncia da DHPP, pelo 0800-643-1121.

Foto: Pedro Serapio
Foto: Pedro Serapio