Um crime brutal chocou os moradores de Mandirituba, na Região Metropolitana de Curitiba, na noite de segunda-feira (13). Por volta das 20h, um casal de idosos foi encontrado morto em casa, pela irmã do homem. Além das duas vítimas, que segundo a Polícia Militar, tinham marcas de facadas pelo corpo, os três cães da família também foram feridos. Dois dos animais morreram no local e um foi socorrido pela Polícia Científica do Paraná, que acionou a Delegacia do Meio Ambiente de Curitiba (DPMA).

+ Leia mais: Polícia resgata são bernardo esquelético e cães alimentados com comida estragada em Curitiba

O cachorro que sobreviveu, um animal de porte médio e sem raça definida (SRD), foi encaminhado em estado crítico pela equipe do delegado Matheus Laiolla da DPMA para a Clínica Vet Produtor da Casa do Produtor, em Curitiba. Lá o animal passou por cirurgia na noite desta terça-feira (14).

“Ele tem dois cortes profundos na pata traseira, que atingiram a musculatura. Ele foi medicado para a dor e após exames pré-operatórios, seguiu para o centro cirúrgico. Os cortes atingiram a musculatura, mas não perfuraram o abdômen, ele tem grandes chances de sobrevivência. O prognóstico é bem positivo, os médicos estão bem confiantes”, explica Vanessa Melo, proprietária da Clínica Vet Produtor.

Cãozinho foi operado em Curitiba na noite de terça-feira (14). Foto: Divulgação/PCPR.

O crime

Quem encontrou as vítimas sem vida foi a irmã do idoso, que chegou na residência do casal noite de segunda-feira e avistou o corpo de uma mulher caído do lado de fora da casa. Desesperada, a mulher conseguiu pedir ajuda para um técnico de telefonia que trabalhava pela região. O rapaz acionou a Polícia Militar.

+ Leia também: Escada rolante que deixou duas crianças feridas em shopping tinha irregularidades

No local, ao lado do corpo da idosa havia dois cachorros que também foram vítimas de facadas. Já o marido dela foi encontrado morto dentro da casa. De acordo com a PM, a residência estava com os móveis revirados e havia marcas de sangue nos cômodos, o que pode caracterizar uma possível luta corporal antes do crime ter sido consumado.

Suspeito preso

Com a ajuda de informações de moradores, um suspeito de 34 anos foi preso em um bar da Estada do Diamante na manhã desta terça-feira (14). O homem trabalha em uma chácara da região, local onde os policiais encontraram vários facões, além de roupas e calçados. Todos os objetos estavam manchados de sangue. Segundo testemunhas, o suspeito de cometer o crime e a vítima teriam sido vistos bebendo juntos, na noite anterior aos assassinatos.

+ Leia ainda: Homem apontado como ‘maníaco do Sandero’ diz, em depoimento, ser portador de HIV

Ainda segundo a PM, o suspeito estaria com várias lesões na região das mãos e braços que coincidem com as características do crime. Com o homem foi localizado uma quantia de cerca de R$ 1,5 mil reais. De acordo com informações dos familiares, o idoso teria se aposentado recentemente e estaria guardando seu benefício na residência.

O homem suspeito de assassinar os idosos e os animais foi conduzido à Delegacia de Mandiritiba, que investiga o crime. O corpo do casal foi recolhido ao Instituto Médico-Legal (IML) de Curitiba.

* Com colaboração de Rodrigo Cunha.