Depois da segunda sessão de treinos livres para o Grande Prêmio da China, realizados hoje no Circuito de Xangai, o piloto alemão Michael Schumacher afirmou que Ferrari e Renault estão no mesmo nível técnico e que a disputa com o espanhol Fernando Alonso será complicada.

"A batalha contra nossos rivais mais diretos parece muito apertada", explicou o alemão, que terminou na frente de Alonso na segunda sessão de treinos. "Nosso carro está legal e acredito num bom desempenho na corrida", completou Schumacher, que no final da temporada vai se aposentar.

Com dois pontos de diferença para Alonso, Schumacher terá de traçar uma estratégia diferente para a corrida, já que dificilmente ele poderá contar com a ajuda do brasileiro Felipe Massa, que teve de trocar o motor e perderá dez posições no grid de largada.

O Grande Prêmio da China, a antepenúltima prova da temporada, será realizado no domingo.