Brasília – O ministro da Agricultura, Roberto Rodrigues, presente na 7.ª marcha a Brasília em defesa dos municípios, disse que a produção de grãos do Brasil pode chegar a 190 milhões de toneladas nos próximos 12 anos. A produção atual é de 130 milhões de toneladas.

De acordo com Rodrigues, de 1990 a 2004 a área plantada com grãos teve um aumento de 24%, 1,7% ao ano, e a produção física cresceu 126%, o que equivale a 9% ao ano. Para acompanhar o aumento da produtividade, Rodrigues ressaltou a importância de acordos para a abertura de novos mercados.

?As negociações com mercados como a Área de Livre Comércio das Américas (Alca), a Organização Mundial do Comércio (OMC) e a União Européia (UE) são de extrema importância para a produção brasileira?, destacou.

As metas do Ministério da Agricultura são o investimento na defesa sanitária, em tecnologia e infra-estrutura. ?Tem 10 anos que o governo não investe em armazéns, além dos investimentos nas rodovias e estradas serem muitos baixos. Sem isso, o Brasil corre o risco de perder o crescimento na produção?, afirmou o ministro.

Apesar de problemas como chuva abundante na região Norte, estiagem no Sul do país e a ferrugem, principalmente em Goiás e Bahia, Roberto Rodrigues afirmou que a expectativa para a exportação da soja continua sendo de US$ 12 bilhões.

?A soja, sem dúvida, continua sendo o nosso principal produto para exportação, acompanhado da carne bovina, carne de frango e do fumo?, informou o ministro da Agricultura.