O governador Roberto Requião afirmou hoje que vai permanecer respondendo pela Secretaria Estadual de Segurança. Segundo ele, a interinidade continua até que a ?limpeza? da polícia esteja completa. ?Estamos finalizando um projeto que deve ser entregue à Assembléia em no máximo 15 dias. Queremos criar um mecanismo para demitir policiais corruptos mais rapidamente?, disse o governador que atribuiu a uma minoria de ?policias chefes de quadrilha? o desagrado da população com a classe policial paranaense. ?Sabemos que a maioria do quadro é de gente honesta?.