O PP reelegeu hoje (07) o deputado federal Pedro Corrêa (PE) para mais um período de dois anos na presidência da legenda. O presidente da Câmara dos Deputados, Severino Cavalcanti (PP-PE), que não participou da sessão por estar viajando para Roma, na comitiva do presidente Luiz Inácio Lula da Silva que assistirá aos funerais do papa João Paulo II, foi intensamente elogiado pelos convencionais. Severino foi representado na convenção pela filha dele, a deputada estadual pelo PP de Pernambuco, Ana Cavalcanti. Segundo relato da assessoria do PP, em todos os discursos, foi elogiada "a atuação independente do deputado Severino Cavalcanti, tendo sempre em mente o desenvolvimento do País ao tomar as decisões como presidente da Câmara, à frente do Poder Legislativo".

Durante a convenção do PP, o presidente de honra do partido e ex-governador Paulo Maluf (SP) defendeu a tese de que "o PP deve ter candidatos, em todos os Estados, aos cargos majoritários." O líder do PP na Câmara, deputado José Janene (PR), disse que "a convenção representa uma unidade cada vez maior do partido e é um marco na história do PP".

Na avaliação da lideranças do PP, a união demonstrada pela decisão unânime de reeleger Pedro Corrêa vai refletir-se positivamente nas eleições para cargos majoritários em 2006. Dirigentes do PP lembraram que o partido está se organizando para eleger governadores, prefeitos de capitais e mais prefeitos em todo o País e informaram que a agremiação continua trabalhando por novas filiações partidárias e deve ganhar, nos próximos dias, a adesão de três senadores e mais deputados.