O Tribunal de Contas (TC) aceitou denúncia contra o prefeito Arildo Brito Simões, do município de Rosário do Ivaí, que nos anos de 1999 e 2000 usou indevidamente os recursos destinados ao Fundef. A denúncia foi feita pelo então deputado estadual Irineu Colombo e analisada na sessão de ontem.

Segundo levantamento da Coordenadoria de Auditoria e de Operações Internacionais (CAOCI) do TC, o prefeito transferiu o dinheiro para a tesouraria do município e para uma conta do Banco do Brasil, pagou contas telefônicas e salários dos vereadores..

Intimado, o prefeito pediu prorrogação do prazo para se defender das acusações, mas nunca se pronunciou a respeito das irregularidades apontadas. Segundo o levantamento feito, o valor do dinheiro não aplicado totaliza R$ 177 mil. Em seu voto, que foi aprovado por unanimidade, o corregedor do TC, conselheiro Heinz Herwig, responsabiliza o prefeito pelo desvio de finalidade da aplicação do dinheiro e pede a devolução dos recursos aos cofres públicos, devidamente atualizados.