O prefeito de Curitiba, Rafael Greca, foi internado na tarde desta segunda-feira (2), no Hospital Marcelino Champagnat, na capital paranaense, por conta de um coágulo numa artéria do pulmão. Já o pulmão, em si, não sofreu nenhuma lesão.

Greca sentiu falta de ar, logo no começo da tarde, e foi levado ao hospital para investigar o motivo. Ele deve receber alta nesta quarta-feira (04).

Segundo a assessoria de imprensa direta de Greca, ele está tomando medicamentos que diluem o coágulo no sangue. Como o diagnóstico foi precoce, o prefeito não deverá ter nenhuma sequela. Caso contrário, haveria o risco de uma morte súbita.

Greca já havia sido levado ao hospital no último dia 31 para exames. Devido ao internamento, toda a sua agenda foi cancelada. Com 66 anos, ele comanda a prefeitura de Curitiba pela segunda vez.

Compromissos adiados

Este seria o primeiro dia de trabalho do novo mandatário do município. Nesta segunda-feira, o prefeito tinha apenas compromissos internos e visitas às novas secretarias. Amanhã, ele participaria de uma solenidade na área de saúde, quando receberia medicamentos do Ministério da Saúde, a serem distribuídos nas Unidades de Saúde da capital. A solenidade foi adiada para alguma data ainda a ser definida.

Confira a nota do hospital:

Em exames complementares, foi diagnosticada Tromboembolia Pulmonar, presença de um coágulo de sangue que se aloja em vasos sem lesão para o pulmão. A equipe médica que atende o prefeito optou por mantê-lo no hospital para ministrar medicação apropriada até que o quadro clínico volte ao normal.