A executiva estadual provisória do PSDB resolveu adiar a escolha do presidente do partido em Curitiba e incumbiu o deputado federal Affonso Camargo de mediar um acordo entre as duas alas que disputam o comando do diretório municipal. Camargo assumiu a função de coordenador político do partido para conciliar os grupos dos vereadores João Claudio Derosso e Reinhold Stephanes Junior antes de nomear a nova comissão provisória da sigla. Camargo não tem prazo para pacificar os vereadores, que postulam a presidência do diretório municipal e o poder de dar o tom do comportamento tucano na sucessão municipal do próximo ano.

Na nova condição de operador político, Camargo iria ter ontem mesmo uma primeira conversa com Derosso, que defende uma aliança prioritária do partido nas eleições do próximo ano com o PFL. Derosso é presidente da Câmara Municipal de Curitiba e um dos aliados do prefeito Cássio Taniguchi (PFL). Do outro lado, está Stephanes Junior que propõe uma aproximação com o PMDB. Os tucanos acham que Camargo conseguirá achar uma fórmula para garantir que as duas alas permaneçam no partido, independente de quem seja o futuro presidente do partido. “Affonso Camargo é altamente capacitado para essa missão e por isso recebeu o aval para conduzir o processo de escolha dos nomes que irão compor a provisória municipal. Além de profundo conhecedor das questões políticas estaduais, Affonso tem o respeito de todas as lideranças de Curitiba”, justificou Beto Richa, vice-prefeito de Curitiba e presidente estadual da comissão provisória tucana.

Algumas lideranças tucanas acham que o grupo pró-PFL deve ser neutralizado para que Beto Richa tenha chances de disputar a prefeitura de Curitiba no próximo ano sem vínculos com Taniguchi, com quem foi eleito vice-prefeito em 2000. O grupo quer reduzir a influência de Taniguchi na indicação do candidato do partido à sucessão do prefeito.

Definição

Além de Curitiba, a executiva provisória do PSDB aprovou as primeiras quatro comissões provisórias. Em Pinhais, será mantido o atual presidente do partido, o vice-prefeito José Roberto Jacomel. O diretório tucana em São Mateus do Sul será dirigido por Adir Orlando Gonçalves Pereira. Em Salto do Itararé, o PSDB será presidido pelo atual prefeito Selmo Adalberto de Carvalho, que está se desfiliando do PSB. Em Colombo, o presidente será o ex-prefeito Lordes Geraldo.