A Justiça do Distrito Federal autorizou na terça-feira, 27,o deputado federal Celso Jacob (PMDB-RJ) a trabalhar na Câmara nos dias úteis pela manhã e tarde, retornando à prisão para dormir à noite. Condenado a 7 anos pelo Supremo Tribunal Federal, ele ainda não foi cassado. Procurado, Jacob disse que vai cumprir os horários determinados e trabalhar pelo “bom e fiel cumprimento do mandato”.

As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.