O deputado federal licenciado José Genoino (PT-SP) passará a noite no Instituto de Cardiologia do Distrito Federal. A permanência dele no hospital foi confirmada nesta quinta-feira, 21, por meio de nota divulgada pela instituição. “O paciente vai permanecer em observação durante esta noite e será reavaliado amanhã pela manhã”, cita texto do Instituto de Cardiologia.

Um pouco mais cedo, boletim divulgado pelo hospital informava que Genoino deu entrada às 14h desta quinta-feira no serviço de emergência do Instituto de Cardiologia, acompanhado do juiz da Vara de Execuções Penais do Distrito Federal, Ademar Silva de Vasconcelos, e do médico do sistema prisional José Ricardo Fonseca.

De acordo com a nota do hospital, Genoino foi submetido a uma bateria de exames laboratoriais e de imagem, entre eles ecocardiograma e tomografia. Conforme determinação judicial, os resultados dos exames serão encaminhados ao poder Judiciário.

Durante a tarde, Genoino permaneceu escoltado por quatro policiais, esquema de deve ser mantido durante a noite. Condenado pelo Supremo Tribunal Federal (STF) no processo do mensalão, Genoino estava preso no Complexo Penitenciário da Papuda desde o último final de semana, mas passou mal nesta quinta-feira, com suspeita de ter sofrido um enfarte, e foi transferido para o Instituto de Cardiologia. O trecho da Papuda ao hospital tem aproximadamente 30 quilômetros. A nota divulgada pelo Instituto de Cardiologia, entretanto, não faz referência ao problema que gerou mal-estar em Genoino.