A presidente Dilma Rousseff está reunida, na tarde de hoje, com prefeitos e governadores das cidades que sediarão a Copa do Mundo de 2014. O prefeito de São Paulo, Gilberto Kassab, e os governadores do Rio Grande do Sul, Tarso Genro; do Rio de Janeiro, Sérgio Cabral; e do Ceará, Cid Gomes, não estão presentes. Todos foram convidados no dia 25 de maio. Os três governadores ausentes estão em viagem ao exterior.

O prefeito Gilberto Kassab informou ontem, às 17h30, que não poderia participara da reunião com Dilma por “compromissos intransferíveis”, já que ele será anfitrião da Conferência do Meio Ambiente em São Paulo, cuja abertura ocorrerá hoje à noite. Kassab enviou, porém, em seu lugar a vice-prefeita Alda Marco Antonio.

A ausência de Kassab foi providencial porque o clima entre Planalto e Prefeitura de São Paulo ficou ruim, particularmente com a presidente Dilma e o ministro-chefe da Casa Civil, Antonio Palocci. Isso porque o PT sugeriu que a Prefeitura de São Paulo foi responsável pelo vazamento para a imprensa de informações sobre o faturamento da Projeto, empresa de consultoria de propriedade de Palocci, que teve o seu patrimônio multiplicado por 20 vezes nos últimos quatro 4 anos, mesmo período em que o ministro exercia mandato de deputado federal.